Aeradores Superficiais de Baixa Rotação L S A

 

De execução cônica, permite a variação da massa de O2 transferida ao líquido em tratamento, através da regulagem da submergência.

 

Os aeradores Sanesystem de baixa rotação (LSA) são constituídos de um cone impulsor de montagem vertical, provido de lâminas partindo do centro para a periferia.

 

O eixo de torque é dimensionado para suportar as cargas axial e radial, que lhe são impostas pela atuação do rotor, possuindo, em seu extremo superior, um flange que se acopla ao eixo de saída do redutor.

 

As potências variam de 7,5 CV a 250 CV e os diâmetros de 1,0 m a 4,5 m.

 

Dadas as suas características hidráulicas, os aeradores LSA são utilizados em valos de oxidação de fluxo orbital Carroussel®, onde ocorre a necessidade simultânea de se manter uma determinada velocidade de escoamento nos canais (evitando-se a sedimentação do lodo) e a transferência do oxigênio para a massa líquida.

 

 

Configurações:

  • Fixo em plataforma de concreto (inclusive Carroussel)

  • Flutuante estacionário

  • Flutuante giratório

Nesta última configuração, o conjunto de aeração flutuante desloca-se ao redor de uma coluna central, dotada de um coletor elétrico. Ao "orbitar" em torno da coluna aumenta-se significativamente a zona de influência do aerador (mistura e aeração).

 

(ver arquivo fotográfico)

   
   
 

Marca Registrada da Oxilprema Equipamentos para Saneamento Ltda.